Skip to main content

PESQUISAR

O nosso contributo

O nosso contributo

A Janssen está totalmente comprometida em fornecer produtos e serviços de alta qualidade. Colocamos sempre as necessidades e o bem-estar dos nossos doentes, em primeiro lugar. Implementamos iniciativas de apoio aos doentes e associações de doentes e desenvolvemos programas de saúde dirigidos às comunidades mais desfavorecidas. Entre muitos programas de ajuda humanitária, disponibilizámos apoio em cuidados de saúde e fornecimento de água potável aos refugiados do Darfur, no Sudão. De destacar também o apoio a mais de 100 programas filantrópicos em mais de 50 países.

Interacção com Associações de Doentes

“Acreditamos que a nossa principal responsabilidade existe para com médicos, enfermeiros e doentes, para com as mães e pais e todos os que usam os nossos produtos e serviços.... Somos responsáveis perante as comunidades em que vivemos e trabalhamos...” em O Nosso Credo

Os valores que orientam as nossas decisões estão descritos no Nosso Credo. Em termos simples, o Nosso Credo desafia-nos a colocar as necessidades e o bem-estar das pessoas que servimos sempre em primeiro.

Por isso, a Janssen compromete-se de forma plena a disponibilizar produtos e serviços de alta qualidade aos profissionais de saúde, pacientes e suas famílias.

Para nós é importante compreender todos os aspetos das necessidades dos doentes. É por isso que nos envolvemos e colaboramos com organizações de doentes, que desempenham um papel importante na informação, apoio e assistência aos doentes. Como empresa, aprendemos com esta interação, o que nos ajuda no desenvolvimento de novos tratamentos e na disponibilização de informação útil.

Temos como objetivo assegurar que estas relações e parcerias sejam enquadradas por princípios de respeito mútuo e de aprendizagem, integridade, independência e transparência.

Este enquadramento foi descrito no “Código de Práticas nas Relações Entre a Indústria Farmacêutica e Organizações de Doentes”, desenvolvido pela Federação Europeia das Associações da Indústria Farmacêutica (EFPIA) em colaboração com organizações de doentes pan-europeias. A nossa empresa adere a estes princípios.

 

Os seus componentes fundamentais são os seguintes:

  • A independência de organizações de doentes, de modo a garantir o seu posicionamento político, políticas e atividades.
  • Todas as parcerias entre organizações de doentes e a indústria farmacêutica terão por base o respeito mútuo, tendo as opiniões e decisões de cada parceiro igual valor.
  • A indústria farmacêutica não exigirá, nem as organizações de doentes desenvolverão, a promoção de uma determinada medicina.
  • Os objetivos e o âmbito de qualquer parceria serão transparentes. Os apoios financeiros e não financeiros oferecidos pela indústria farmacêutica serão sempre conhecidos de forma clara.
  • A indústria farmacêutica aplaude o financiamento significativo de organizações de doentes proveniente de diversas fontes.

 

Para facilitar a colaboração, a Janssen desenvolveu o seguinte:

  • Um processo de Análise por uma comissão disciplinar para avaliar pedidos de financiamento ou de colaboração.
  • Divulgação do financiamento disponibilizado a organizações de doentes. O objectivo da nossa divulgação de contribuições é demonstrar o nosso compromisso permanente com a transparência.
  • Definição dos tipos de atividades que podem ser apoiadas.

 

Qual a natureza da nossa colaboração com organizações de doentes?

  • A Janssen pode interagir com grupos de doentes das seguintes formas:
  • Apoio de programas educativos e conferências;
  • Patrocínio de iniciativas para angariação de fundos;
  • Contributos para apoiar programas e serviços para a comunidade de doentes e os respetivos prestadores de cuidados;
  • Contributos para apoiar atividades destinadas a ajudar doentes e prestadores de cuidados a defenderem melhores tratamentos, serviços e apoio; e colaborações para aumentar a consciência sobre as doenças.

 

Os tipos de pedidos que se seguem não são geralmente elegíveis para contribuições:

  • Bolsas escolares a indivíduos;
  • Subsídios diretos a indivíduos;
  • Empréstimos.

 

Declaração do Processo de Contribuições

Uma comissão multidisciplinar analisa todos os pedidos. Os pedidos deverão incluir a declaração da missão da organização, o estatuto fiscal, descrição do projeto/evento, descrição do modo como os fundos serão usados, orçamento do projeto (se aplicável) e orçamento operacional anual.