Sorry, you need to enable JavaScript to visit this website.

Skip to main content

Pesquisa

Colorful Life – Cliff Enright

Uma Vida Colorida

A Janssen tem o orgulho de apresentar obras de arte criadas por pessoas afetadas pelas doenças com as quais estamos comprometidos em tratar e prevenir. Visite nossa galeria de arte para saber mais sobre os artistas e conhecer mais obras de arte.

À medida em que se abre a porta do loft de Cliff Enright em Manhattan, as pinturas em aquarela explodem perante os seus olhos em impressionantes matizes suntuosas, alinhadas na parede de tijolos expostos . Os complexos padrões em branco que salpicam as pinturas parecem ter sido meticulosamente deliberados ainda que alegremente caóticos. E o uso indulgente de cores profundas e vivas parece vir de nada menos do que uma nascente de alegria pura - uma sensação que não se abala, mesmo muito depois de ter visto as obras. É uma sensação que permanece em você por muito tempo depois de ter conhecido o artista.

Tão vibrantes e coloridos quanto suas pinturas, o charme e o otimismo de Cliff comparam-se somente ao amor que ele sente por seu ofício. Expressionista abstrato e professor de arte desde os anos 60, Cliff veio para a cidade de Nova Iorque em busca da sua paixão. Mas foi um estranho acidente em 2004 que mudaria dramaticamente a sua vida e suas obras de arte - mas não a sua determinação.

“Eu estava na Inglaterra visitando uns amigos e saí para fumar um cigarro,” lembra Cliff. “Deixei cair. Quando me baixei para pegá-lo, caí para a frente. Senti o meu queixo bater no chão e a minha cabeça estalou para trás. Tentei me levantar e não conseguia me mexer.”

A lesão medular que Cliff sofreu naquela noite há uma década o deixou tetraplégico. Ele encarava um caminho longo e difícil à sua frente. Mas com a ajuda de Virginia, sua parceira de muitos anos, um vasto número de profissionais de saúde e auxiliares, e de suas obras de arte, Cliff enfrentou o desafio da reabilitação com a mesma dedicação e tenacidade que sempre usou em seu trabalho.

“Comecei imediatamente a arte-terapia. Eu só fazia riscos e rabiscos, mas estava trabalhando com arte desde o início,” ele lembra. “Continuei pintando, e melhorando gradativamente e gradativamente pintando mais.”

Sua teimosia intencional, juntamente com seu otimismo notável, ajudou Cliff a recuperar uma certa mobilidade e força em suas mãos e braços. Foi bastante útil também em outras provações físicas e emocionais pelo caminho.

“Me parece, como amigo e negociante de arte do Cliff, que não há nada que o deixe para baixo,” observa Robin Glazer, Fundador e Diretor do The Creative Center at University Settlement. “Ele teve diversas outras doenças além da lesão medular. Foi diagnosticado com diabetes e câncer de pele, e passou por diversos tratamentos e testes de medicamentos e todo tipo de intervenções, e ele continua trabalhando.”

O Cliff está entre alguns dos artistas representados pela The Creative Center at University Settlement, uma organização sem fins lucrativos dedicada a levar as artes a pessoas que convivem com câncer e outras doenças crônicas. Juntamente com workshops de arte gratuitos e programas de arte em leitos de hospitais, o The Creative Center expõe e comercializa os trabalhos de artistas profissionais que convivem com doenças.

Hoje, com a ajuda de um assistente de arte, Cliff continua sendo um artista prolífico e celebrado. Suas obras de arte já foram exibidas nos Estados Unidos e Canadá, e estão presentes em coleções particulares e corporativas em todo mundo.

Sobre o seu uso descarado de cores, Cliff não mede palavras: “Eu vou pintar do jeito que me der vontade de pintar. E isso quer dizer com o máximo de cores lindas e vivas que eu consiga colocar na pintura. Se eu pudesse colocar mais numa pintura, eu colocaria!”

Para ver mais sobre a obra de Cliff, visite o site.

Assista ao vídeo abaixo para saber mais sobre Cliff e sua arte.

A Colorful Life