Sorry, you need to enable JavaScript to visit this website.

Skip to main content

Pesquisa

Pesquisa no Tratamento de Infecção Respiratória

Infecções respiratórias

Infectious Diseases & Vaccines

Infectious Diseases & Vaccines

The structure of HIV
The structure of HIV

Infecções respiratórias estão entre as doenças mais comuns em humanos.

Necessidades não atendidas, porém significativas

Infecções respiratórias estão entre as doenças mais comuns em humanos. A epidemiologia da maioria das infecções respiratórias é caracterizada por surtos sazonais, embora alguns sejam prevalentes ao longo do ano. Epidemias de gripe ocorrem anualmente durante o outono e inverno em regiões temperadas, enquanto em países tropicais os vírus da gripe circulam durante todo o ano com um ou dois picos durante a estação chuvosa. Internações e mortes por doença respiratória viral ocorrem principalmente entre os grupos de alto risco (por exemplo, os muito jovens, os idosos e os doentes crônicos).

Estamos concentrados em explorar tratamentos e vacinas para um número de infecções virais, incluindo a gripe que continua a ser um dos desafios mais graves de saúde pública em nível mundial, e o vírus sincicial respiratório (VSR), a última das principais doenças pediátricas com nenhuma terapia preventiva disponível ou vacina.

Enfrentando uma importante doença pediátrica

O vírus sincicial respiratório (VSR) é um vírus que afeta os pulmões e as vias aéreas. Para as crianças menores de cinco anos, O VSR é a causa mais comum de infecção aguda do trato respiratório inferior (ALRI), e também a causa mais comum de bronquiolite e pneumonia em crianças menores de um ano de idade nos Estados Unidos e uma das principais causas de internação hospitalar como resultado de ALRI severa em todo o mundo.

Mais de 50% das crianças são infectadas durante sua primeira temporada do VSR e quase 100% delas contraem o vírus em seu segundo ano. O VSR é também uma importante causa de infecções do trato respiratório inferior em pessoas imunocomprometidas, idosos e adultos com doenças pulmonares crônicas, como asma e doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC).

Estamos desenvolvendo um análogo oral do nucleosídio anti‐VSR para o tratamento do virus. Além disso, estamos avaliando a inibição de sua replicação através da ação sobre a polimerase viral. Estamos trabalhando também no desenvolvimento de uma vacina baseada na AdVac® para lactantes e crianças de até dois anos de idade, estimando assim os principais subgrupos do VSR.

Tomando uma posição contra a influenza

A gripe ocorre em nível mundial, com uma média de cinco a dez por cento dos adultos e 20 a 30 por cento das crianças infectadas com o vírus a cada ano. Em todo o mundo, estima‐se que a gripe sazonal resulte em cerca de três a cinco milhões de casos de doenças graves, e cerca de 250.000 a 500.000 mortes. Epidemias anuais de influenza podem afetar seriamente todas populações, mas os riscos mais altos de complicações ocorrem dentre crianças menores de dois anos, adultos à partir de 65 anos, mulheres grávidas e pessoas de qualquer idade com certos quadros médicos, tais como doenças crônicas cardíacas, pulmonares, renais, hepáticas, sanguíneas ou metabólicas (como a diabetes), ou que tenham o sistema imunológico debilitado.

Estamos desenvolvendo um inibidor oral específico da polimerase do influenza A. Trata‐se de um antiviral de ação direta trabalhando através da subunidade PB2 da polimerase do vírus da influenza. Ele tem por objetivo identificar uma parte alternativa do processo de replicação viral para tratar estirpes do vírus da influenza, que podem ser resistentes a drogas antivirais existentes com outros modos de ação (MOAs).

Também estamos trabalhando para desenvolver uma vacina da gripe sazonal que possa ser produzida de forma mais rápida e rentável do que ocorre hoje. Nosso objetivo é explorar o uso da vacina com virossoma adjuvante com a tecnologia de produção PER.C6® de alto rendimento.