Sorry, you need to enable JavaScript to visit this website.

Skip to main content

Pesquisa

Prevenção de doenças e interceptação da doença na assistência médica

Plataformas de pesquisa para prevenção de doenças, interceptação da doença e o microbioma focadas na redefinição da assistência médica

As três novas plataformas da Janssen Research & Development tratam da prevenção de doenças, interceptação da doença e o microbioma - áreas de inovação médica transformacional que devem alterar o cenário da assistência médica. As equipes colaborarão com as cinco Áreas Terapêuticas da Janssen, assim como com parceiros externos, para sustentar pesquisas contínuas e impulsionar o conhecimento científico em áreas com potencial significativo para alterar a forma de gerir doenças.

“Olhando para o futuro, nossa meta é aproveitar os avanços sem precedentes na ciência para tratar, interceptar e prevenir doenças de maneiras inovadoras.  Com uma combinação de conhecimento especializado interno e inovação externa, esperamos fazer uma diferença significativa para pacientes no mundo inteiro”.

William N. Hait, M.D., Dr.

Global Head, Janssen R&D

O Janssen Prevention Center (JPC) irá focar na prevenção de doenças crônicas não transmissíveis, tais como doença de Alzheimer, doença cardíaca, câncer e doenças autoimunes, que afetam cada vez mais as populações mais velhas e sobrecarregam os sistemas de assistência médica globalmente. “Para fazer a diferença nestas e em outras áreas de necessidade médica não atendida, nosso objetivo é identificar e pesquisar soluções inovadoras para aumentar a expectativa de vida saudável e comprimir a morbidez”, afirma Jaap Goudsmit, M.D., Ph.D., Global Head do Janssen Prevention Center.

O Disease Interception Accelerator (DIA) é um novo grupo semelhante a uma incubadora, que trata das causas de uma doença. “A interceptação da doença intervirá antes do ponto de diagnóstico clinicamente aceito da atualidade e buscará soluções para interromper, reverter ou inibir a progressão de tal doença; por exemplo, diabetes tipo 1 ou várias formas de câncer”, explica Benjamin Wiegand, Ph.D., Global Head, Disease Interception Accelerator.  “Por meio dessa abordagem inovadora, pretendemos prever e evitar que um indivíduo progrida até a doença - antes de adoecer”. O DIA trabalha para compreender a susceptibilidade a doenças, avaliação de risco e lidar com as origens de doenças, como predisposição genética, exposição ambiental e alterações fenotípicas. Utilizará uma combinação de abordagens farmacêuticas tradicionais e outras abordagens não farmacêuticas para impedir a progressão da doença para populações de risco, promovendo, assim, mais saúde e bem-estar para os indivíduos e para a sociedade.

O Janssen Human Microbiome Institute (JHMI) prioriza uma área emergente da ciência que, cada vez mais, sabe-se que desempenha um papel crucial na saúde humana. “Com uma melhor compreensão do microbioma - a população diversificada de bactérias que vivem dentro do corpo humano e em sua superfície - esperamos entender melhor sua função nas doenças e encontrar novas terapias para lidar com as principais doenças autoimunes e outras condições para as quais não existem opções suficientes de tratamento hoje em dia”, declara Dirk Gevers, Ph.D., Global Head do Janssen Human Microbiome Institute. “Por meio de pesquisa de ponta e de uma rede colaborativa global, queremos converter a ciência do microbioma em metas terapêuticas e em capacidades de diagnóstico que tenham o potencial de transformar a saúde humana”.

 

Research & Development

Research & Development

Judith Hinton Andrew, Rock Composite 22
Judith Hinton Andrew, Rock Composite 22