Sorry, you need to enable JavaScript to visit this website.

Skip to main content

Pesquisa

Práticas Sustentáveis - Química Sustentável

Química sustentável: Inovação no Desenvolvimento de Substâncias Químicas

A atenção cada vez maior dada ao uso responsável de substâncias químicas farmacêuticas é o foco central de nossa nova série sobre química sustentável em Janssen.com. Abaixo, saiba mais sobre química sustentável e sobre o compromisso vitalício da Janssen na aplicação de seus princípios para garantir práticas seguras e sustentáveis, além dos melhores resultados para os nossos pacientes e para o nosso mundo. Volte para conferir atualizações sobre o modo como a Janssen dá vida a esses princípios fundamentais todos os dias.

Na Janssen, o nosso propósito é ajudar as pessoas a terem vidas mais saudáveis e felizes. Acreditamos que isto inclui um mundo melhor que todos possam aproveitar.

Por meio da nossa abordagem voltada para a inovação, criamos medicamentos eficientes e diferenciados ao mesmo tempo em que desenvolvemos também formas de integrar sustentabilidade em cada estágio de nossos processos e na vida útil dos produtos. Temos orgulho em atingir reduções significativas em impactos ambientais ao aplicar práticas inovadoras de química sustentável e tecnologia.

Mas o que é química sustentável exatamente?

Possivelmente as melhores pessoas para responder a essa pergunta sejam Paul Anastas, Director of Yale University's Center for Green Chemistry and Green Engineering, amplamente aclamado como o “Pai da Química sustentável,” e o Dr. John C. Warner, President, Chief Technology Officer and Chairman of the Board of the Warner Babcock Institute for Green Chemistry.

Em seu revolucionário livro de 1998, Green Chemistry: Theory and Practice, os autores definem a química sustentável como “a utilização de um conjunto de princípios que reduz ou elimina o uso ou a geração de substâncias perigosas na concepção, fabricação e aplicações de produtos químicos.”

Ou ainda, como explica Dr. Warner de forma mais simples no website de seu instituto “Química sustentável é a ciência de fazer escolhas inteligentes desde o início quanto às substâncias químicas que compõem os produtos que usamos diariamente.”

Eles também desenvolveram os Twelve Principles of Green Chemistry (Doze Princípios da Química sustentável), desde então adotados pela American Chemical Society (ACS), como um guia para eliminar a geração de resíduos tóxicos de substâncias químicas, processos e produtos. Os princípios variam desde o senso comum, como por exemplo realçar a prevenção da geração de resíduos em vez de tratá-los ou limpá-los, até planejamento progressivo em torno de processos incluindo a utilização de matéria-prima mais sustentável ou renovável.

Fazemos Escolhas Inteligentes

Na Janssen, abraçamos estes princípios, não só em nossos próprios laboratórios mas também por meio da liderança na indústria.

Avaliamos a pegada ecológica de nossos produtos, incluindo a energia, materiais e água utilizada durante a vida útil do produto. Desafiamos nossas equipes de desenvolvimento de produtos a explorarem novas abordagens quanto ao uso de matérias-primas renováveis, redução de complexidade na síntese de medicamentos e na utilização de substâncias químicas mais ecológicas e processos para assim proceder. Acima de tudo, focalizamos na concepção e fabricação dos produtos e soluções de saúde mais sustentáveis para criar um futuro saudável para todos nós.

Também participamos de dois grandes fóruns de química sustentável - o ACS Green Chemistry Pharmaceutical Industry Roundtable (GCPIR) e o programa European CHEM21. Ambos partilham das melhores práticas e pesquisa acadêmica direta para desenvolver formas mais eficientes e sustentáveis de fabricar ingredientes farmacêuticos ativos.

Por exemplo, por meio do CHEM21, a Janssen - junto com outras empresas farmacêuticas e 13 grupos universitários de pesquisa e especialistas no assunto - está desenvolvendo práticas de fabricação farmacêutica sustentável que minimizem o nosso impacto ambiental coletivo. A nossa meta é de transformar o CHEM21 em um hub de pesquisa e centro de excelência europeu para treinamento e informações sobre as melhores práticas em química sustentável.

Para nós, se resume a fazer escolhas inteligentes.

“Utilizar a estrutura de química sustentável para guiar o nosso desenvolvimento químico, definitivamente oferece benefícios ambientais,” afirma Phil Dahlin, Director of Sustainability da Janssen, “mas a química sustentável é na verdade a química pura, a química inteligente, negócio inteligente, e muito mais, não só para nós mas também para os negócios e para a sociedade.”

Reconhecendo o Impacto da Química Sustentável em Nível Mundial

Em 2005, o Prêmio Nobel de Química foi atribuído a três cientistas americanos e franceses. Seu trabalho no apoio ao desenvolvimento de compostos orgânicos, de acordo com a Royal Swedish Academy of Sciences, “representa um grande avanço para a ‘química sustentável’, reduzindo resíduos potencialmente perigosos por meio de produção mais inteligente... [e] é um exemplo da aplicação de ciência básica importante em prol do homem, da sociedade e do meio-ambiente.”

Desde 1996, os EUA concedem anualmente o Presidential Green Chemistry Challenge Award (Prêmio Presidencial para o Desafio de Química Sustentável) em reconhecimento dos estudiosos acadêmicos e corporações as quais utilizam tecnologias químicas que incorporam princípios da química sustentável na concepção, fabricação e utilização de substância química. Na Europa, diversos programas nacionais de premiação de química sustentável foram também desenvolvidos.

Na frente regulamentar, o governo dos Estados Unidos tem endossado a química sustentável em apoio à saúde pública. A Califórnia, frequentemente pioneira em legislação dessa natureza, restringiu mais de 160 substâncias químicas comuns em produtos domésticos. Na Europa, o programa de registro químico REACH está restringindo ou banindo mais de 1.000 substâncias químicas comercializadas, com mais por vir à medida em que testes adicionais forem conduzidos.

Grupos de destaque em química sustentável, periódicos e conferências incluem The Mediterranean Countries Network on Green Chemistry (MEGREC), the United Kingdom’s Royal Society of Chemistry's journal Green Chemistry, Japan’s Green and Sustainable Chemistry Network e the Centre of Green Chemistry of Monash University na Austrália.

Todas estas iniciativas destacam a importância cada vez maior da química sustentável. Temos orgulho de nosso papel ativo no desenvolvimento da química sustentável e esperamos compartilhar mais notícias dos nossos esforços nas edições futuras em Janssen.com.

Sustainability

Sustainability

Pajaros, Julius Caesar Bustamante
Julius Caesar Bustamante, Pajaros