Sorry, you need to enable JavaScript to visit this website.

Skip to main content

Pesquisa

Artificial Intelligence

A Inteligência Artificial pode mudar a forma de descobrir novos medicamentos?
Sep 04, 2018

A grande questão agora é: A inteligência artificial - também conhecida como IA - pode mudar a forma como os cientistas descobrem novos medicamentos?

Sim - De acordo com uma nova pesquisa de cientistas da Janssen, que encontrou uma maneira de acelerar o processo de descoberta de medicamentos usando a IA.

Não é segredo que a Janssen está na vanguarda da inovação em tratamentos há décadas. Na verdade, o Dr. Paul Janssen, médico belga que fundou a nossa empresa em 1953, descobriu e desenvolveu dezenas de medicamentos que salvam vidas ao longo de sua carreira.

Tradicionalmente, o processo de descoberta de novos medicamentos leva anos, devido à grande quantidade de dados que os cientistas devem analisar para identificar primeiro os compostos químicos com mais probabilidade de ajudar a tratar uma doença específica - antes mesmo de começar a testar sua eficácia. 

Mas um artigo recente publicado na revista Cell Chemical Biology apresentou um desenvolvimento interessante quando se trata de descoberta de medicamentos: Os cientistas da Janssen descobriram uma nova maneira de alavancar a IA - usando sistemas de computador para executar certas tarefas que normalmente exigem inteligência humana, também conhecidas como "aprendizado de máquina" - para ajudar a acelerar o processo. 

Como a IA está reinventando a descoberta de medicamentos 

Em um experimento típico de descoberta de medicamentos, as células que representam uma doença específica, como o câncer de pulmão, são expostas a uma variedade de compostos, e uma fotografia microscópica é tirada de cada reação que segue. 

Um desses experimentos pode gerar meio milhão de fotografias. Geralmente os cientistas usam a IA para ajudar a separá-los, com o objetivo de encontrar um composto que possa criar a reação desejada para a doença que estão estudando.

No entanto, não houve uma maneira de usar os dados coletados a partir dessas fotografias para informar experiências posteriores de outras doenças. Percebendo como seria valioso reciclar esses aprendizados, os pesquisadores da Janssen juntaram-se a parceiros acadêmicos das principais universidades europeias para desenvolver algoritmos de computador que os cientistas podem usar para prever como outros tipos de células provavelmente reagirão aos mesmos compostos, dando-lhes uma vantagem ao iniciar um novo estudo.

“Não precisamos mais começar do zero”, explica Hugo Ceulemans, Scientific Director da Discovery Sciences, da Janssen Research & Development, e autor sênior do estudo.

De fato, Ceulemans e sua equipe descobriram que esse método de IA é até 250 vezes mais eficiente que o método tradicional de descoberta de medicamentos.

"Há muita necessidade não atendida quando se trata de medicamentos", diz Ceulemans. “Nossos algoritmos podem nos ajudar a extrair melhor nossas informações para encontrar tratamentos melhores, mais rapidamente.”

Este artigo, escrito por Kaitlin Ahern, foi publicado pela primeira vez em maio de 2018, em jnj.com. 

Research & Development

Research & Development

Judith Hinton Andrew, Rock Composite 22
Judith Hinton Andrew, Rock Composite 22