Skip to main content

Search

Psoríase além da pele: é necessário cuidar dos outros impactos da doença

Psoríase além da pele: é necessário cuidar dos outros impactos da doença
Yes

Um estudo realizado no Brasil pela Janssen identificou que o impacto da psoríase na qualidade de vida do paciente vai além das lesões visíveis na pele. Publicado na revista científica Journal of Dermatological Treatment, o estudo APPISOT revelou que as consequências da enfermidade podem comprometer o emocional, o físico e a rotina das pessoas diagnosticadas com a doença. As principais descobertas foram: 

Quase 70% dos pacientes sofriam com distúrbios emocionais como ansiedade (39,7%) e depressão (27,1%).

42% dos participantes estavam sem trabalhar.

60% não praticavam atividade física e tinham um estilo de vida ligado ao sedentarismo.

37,1% estavam obesos e 36,4% com sobrepeso.

Desequilíbrio emocional, dificuldades financeiras decorrentes do desemprego e sedentarismo são gatilhos para agravar a doença, uma vez que o estresse e a má alimentação podem desencadear crises e acentuar a inflamação e a irritação na pele, típicas da psoríase. 

“Como a doença já causa um grande sofrimento devido ao aspecto das lesões, é fundamental cuidar da saúde mental para não entrar em depressão. Não deixe de compartilhar a forma como se sente e os impactos que a doença traz para a sua qualidade de vida com seu médico, ele deve levar isso em consideração para definir um tratamento que atenda a todas as suas necessidades”, diz Fabio Lawson, diretor médico da Janssen.