Skip to main content

Search

#SigaSemPausa: Para cultivar a vida, não deixe a Doença Inflamatória Intestinal interromper seus melhores momentos

#SigaSemPausa: Para cultivar a vida, não deixe a Doença Inflamatória Intestinal interromper seus melhores momentos
 
Descricao da imagem aqui

Já pensou como seria a vida se você não pudesse fazer coisas simples, como ir ao parque, brincar com seus filhos e netos ou sair para dançar, sem ser interrompido? E se tivesse que sempre interromper seus planos por causa de dores, desconforto, diarreia, cansaço e ansiedade? Infelizmente, essa é a realidade de muitas pessoas que convivem com alguma Doença Inflamatória Intestinal (DII).

Para mudar tal cenário, o movimento “Maio Roxo”, mês de conscientização sobre as DIIs, tem o papel de informar a população e desmistificar a doença de Crohn e a retocolite ulcerativa, entre outras condições. Por isso, lançamos a campanha #SigaSemPausa pelo terceiro ano consecutivo - novamente com apoio científico do GEDIIB (Organização Brasileira de Doença de Crohn e Colite).

Violeta e parceria especial sem tabu

Este ano, escolhemos a violeta como símbolo da campanha, pois essa é uma planta que floresce o ano todo. Com o tratamento adequado, a vida dos pacientes diagnosticados com alguma DII também pode ser assim - sem pausas, aproveitando cada momento. Dando destaque à flor, a FreeCô, reconhecida marca de bloqueadores de odores sanitários, é nossa grande parceria. Em edição limitada, a empresa lança uma fragrância exclusiva de violeta.
 

 
 
 

O que são as Doenças Inflamatórias Intestinais 

As Doenças Inflamatórias Intestinais (DIIs) são distúrbios que envolvem a inflamação crônica do trato digestivo, geralmente causando dor abdominal e diarreia recorrentes. Os principais tipos de DIIs são a doença de Crohn e a retocolite ulcerativa. O mês de maio é dedicado às DIIs, mas o alerta sobre a importância do diagnóstico precoce e seus tratamentos deve ser frequente.
 
 

Quais são as particularidades da Doença de Crohn? 

Trata-se de uma inflamação que afeta, mais frequentemente, os intestinos delgado e grosso, mas pode ocorrer em qualquer parte do trato gastrointestinal (da boca ao ânus). Em casos mais graves, as lesões provocam perfurações e estreitamento do intestino. Por isso, ao identificar algum dos sintomas, procure um especialista.
 
 

E quais são as particularidades da Retocolite Ulcerativa? 

A retocolite ulcerativa, também conhecida como RCU, é uma doença inflamatória intestinal crônica não contagiosa. A RCU ainda não possui uma causa conhecida e provoca inflamações na mucosa do intestino grosso e reto. Caso tenha dúvidas ou algum dos sintomas, é muito importante procurar um especialista para avaliar o seu caso e recomendar o tratamento adequado.
 
 
 

Quais são os sintomas dessas doenças? 

A doença de Crohn normalmente causa diarreia, cólica abdominal e, às vezes, febre e sangramento retal. Também pode ocorrer perda de apetite e de peso. Nos casos de retocolite ulcerativa, os sintomas mais comuns são perda de apetite e peso, febre, dor, diarreia acompanhada de muco ou sangue, cólicas, anemia e bastante dor abdominal - normalmente na região inferior esquerda do abdômen. Em alguns casos, menos comuns, pacientes com doença de Crohn ou retocolite ulcerativa sofrem de constipação. Para ambas as doenças, os sintomas podem variar de leves a graves.
 
 
 

Quais são as causas das Doenças Inflamatórias Intestinais?

Ainda não foi identificada uma única causa para essas doenças. Entretanto, sabe-se que múltiplos fatores podem estar implicados, como alterações genéticas, da microbiota intestinal (também chamada flora intestinal), alimentação, tabagismo, estresse emocional, etc.
 
 
 

As DIIs têm cura? 

Elas ainda não têm cura, mas existem tratamentos que podem ajudar os pacientes a ter mais qualidade de vida, através do controle da inflamação. O diagnóstico é importante para que os tratamentos sejam iniciados da maneira adequada e no momento certo.
 
 

Como é feito o tratamento? 

Os tratamentos vão de medicamentos a cirurgias, a depender do estágio da doença, da intensidade dos sintomas e de outras circunstâncias que são individuais e devem ser avaliadas pelo médico.
 
 

Quais são os médicos que cuidam de pacientes com DIIs?

Gastroenterologistas ou coloproctologistas.
 
 
 

Outros órgãos do corpo podem apresentar problemas por causa das DIIs?

Sim, esses fenômenos são chamados de manifestações extraintestinais. Os principais órgãos afetados são: fígado (colangite esclerosante, hepatite e cirrose), articulações (inchaço e dor, que podem atingir a coluna), pele (alergias leves, formação de úlceras ou nódulos dolorosos e outras feridas/irritações), boca (aftas), ossos (osteoporose), olhos (vermelhidão, dor e coceira), rins e vesícula biliar (pedras).
 
 

Quem são as pessoas mais afetadas pela doença? 

A retocolite ulcerativa acomete pessoas de ambos os gêneros. Já a doença de Crohn afeta, predominantemente, as mulheres - sendo o pico de incidência dos 20 aos 40 anos.
 
 
 

Guia Multidisciplinar

Quer informações mais detalhadas e em um único lugar sobre as DIIs e como melhorar sua rotina? Então, clique aqui e baixe o Guia Multidisciplinar, focado em saúde integral. O material foi desenvolvido em parceria com o GEDIIB¹ e traz orientações relacionadas aos três pilares fundamentais para o controle da doença: emocional, nutricional e o tratamento em si. O objetivo é te ajudar a se organizar no dia a dia, fazer o acompanhamento médico e ter as informações sempre por perto. Você também pode compartilhar o material e contribuir para que cada vez mais pessoas possam #SeguirSemPausa!

 

Confira nossos embaixadores

Também preparamos uma série de ações com embaixadores que se iniciaram em 19 de maio, o Dia Mundial da Doença Inflamatória Intestinal. As principais são:
 
 
 
Live com o casal de influenciadores Bella Falconi e Ricardo Maguila. Ele vive com retocolite ulcerativa e ambos vão falar sobre a campanha, através do perfil da Bella no Instagram.
 
 
Parceria com Lorena Eltz, jovem que vive ycom a doença de Crohn e que é, hoje, a principal influenciadora brasileira a produzir conteúdo sobre DIIs. 
 

 

Acompanhe as redes sociais da Janssen Brasil!

   

 
#SigaSemPausa
Edição 2020 | Edição 2021